Usando o Crowdfunding para financiar o seu food truck

Usando o financiamento coletivo no food truck

vMuitas pessoas usam o crowdfunding para financiar os seus projetos. Veja se é uma boa opção para você e seu plano de negócios.

Você já fez uma pesquisa de mercado, elaborou um plano de negócios, já viu se o seu estilo de vida se encaixa com o de um dono de food truck, contabilizou todos os custos para começar seu food truck e… tomou um susto com a quantia de dinheiro necessária.

Talvez você já tenha parte dos fundos que conseguiu por meio de investidores, empréstimos ou até economias próprias. Ou, talvez, você tenha revisto seu formato de negócios e tenha conseguido diminuir os custos mas ainda precisa de uma quantia menor para começar sua empresa mais enxuta. 

De qualquer maneira, você pode considerar usar o crowdfunding para levantar fundos para ser food truck.

Mas o que é crowdfunding?

Crowdfunding ou financiamento coletivo é uma maneira de obter recursos financeiros para um projeto através da agregação de múltiplas fontes de financiamento. Geralmente essas fontes são pessoas comuns interessadas no projeto. Essa estratégia é usada por start-ups, pequenos negócios, coletivos artísticos, filantropia, jornalismo cidadão, etc.

Em compensação, os idealizadores do projeto costumam oferecer recompensas para os que investiram. Essa forma de financiamento é muito usada na internet e já existem vários sites que servem como plataforma para montar seu projeto.

crowdfunding no food truck

Existem vários sites que possibilitam a você criar uma campanha de financiamento coletivo, cada um com características próprias. O mais conhecido é sem dúvida o Kickstarter, porém ele é baseado nos Estados Unidos e alguns países não podem criar campanhas por lá por motivos de impostos. Mesmo assim, a desvantagem de montar uma campanha por lá pois os contribuidores precisariam de cartões de crédito internacionais para participar, o que limitaria o seu público. Aqui no Brasil os sites Catarse Kickante são os mais conhecidos por fazer financiamento coletivo.

Vantagens

  • Conseguir dinheiro para seu food truck sem que você se endivide com bancos
  • Por oferecer recompensas, você não precisa ceder parte do controle do seu negócio para investidores. 
  • Testar a sua ideia perante ao público: analisar quantos consumidores em potencial se interessam por sua empresa e até começar a construir uma base de fãs.

Desvantagens

  • É preciso se responsabilizar perante a todos aqueles que investiram na sua ideia como apoiadores do projeto.
  • Se você não conseguir juntar o quanto necessita no tempo determinado tudo volta para as mãos dos colaboradores, sendo um grande desperdício de tempo (e tempo também é dinheiro!)
  • Se o seu projeto não for bem sucedido pode voltar contra você resultando em uma imagem negativa ao invés de positiva. Portanto, é preciso planejar muito bem a sua campanha.

Lembre-se: não coloque todos os ovos na mesma cesta

Você não precisa financiar todos os seus custos do seu food truck por meio de financiamento coletivo. Aliás é melhor que você financie apenas uma parte complementar do seu orçamento dessa maneira.

Veja abaixo os passos para planejar um financiamento coletivo:

1. Estabeleça o seu objetivo

E esse objetivo é um número, nesse caso. Seu objetivo tem de ser claro, por exemplo, comprar os equipamentos para a cozinha do seu food truck. Quanto isso vai custar? Tenha um valor definido.

Não se esqueça de incluir nesse valor total a dedução de taxas da plataforma que está e o custo das recompensas que oferecer para seus apoiadores.

Se você quer pagar pelo licenciamento do seu food truck e isso custa 2 mil reais, sua meta deve ser um valor maior que esse. O valor total deve incluir outras despesas como taxas de cartão, comissões de sites e etc. Assim, no fim você vai conseguir ter em mãos os 2 mil reais necessários. Por isso, é importante ler atentamente as regras e condições oferecidas pela plataforma de campanha que você escolher.

Essa é uma parte crucial do planejamento. Seja honesto quanto a esses custos, não faça projeções muito otimistas e mantenha esse gasto o mais baixo possível ou seu objetivo pode se tornar muito difícil de atingir.

2. Recompensas e níveis de contribuição

Com um valor como objetivo é hora de decidir os níveis de contribuição e as recompensas correspondentes.

Suponha que você decidiu que precisa de dez mil reais para comprar os ingredientes necessários para os três primeiros meses de funcionamento do seu food truck. Seria ótimo se você tivesse 10 investidores que colocassem mil reais cada na sua ideia, ou até 5 que contribuíssem 2 mil cada. Mas a realidade é que isso provavelmente não vai acontecer.

O que vai acontecer é que muitas pessoas com poderes aquisitivos diferentes vão contribuir um pouco até você atingir seu objetivo. Por isso, é importante criar vários níveis de contribuição para que o máximo de pessoas possíveis consigam investir um pouco na sua ideia. E você deve oferecer recompensas em contrapartida.

Lembre-se de que essas recompensas não podem acabar custando mais caro do que o valor da contribuição. Então calcule bem detalhadamente o que você pode oferecer. Veja algumas sugestões:

  • Nas contribuições mais baixas como R$1 ou R$5 pode ser uma recompensa simbólica, como o nome em uma página de agradecimento no seu site.
  • Algumas recompensas podem ser cupons de desconto para comer em seu food truck. Dessa forma, você faz com que essas pessoas se comprometam, ou pelo menos, demonstrem interesse em consumir em seu food truck quando ele estiver funcionando.
  • Outra sugestões é dar o nome de um contribuidor para um prato de seu menu, enviar receitas daquele seu molho especial para outros contribuidores.
  • Para aqueles que investirem um valor um maior, você pode retribuir com comida para um evento fechado para até um número pré-determinado de convidados.

3. Sua proposta

Na página do seu projeto, você precisará explicar qual sua proposta. Ou seja, qual seu objetivo e porque você precisa desse valor para atingir esse objetivo.

Essa é uma parte importante, pois é aqui que você irá convencer as pessoas a contribuírem para seu projeto, é o que vai chamar atenção dos seus investidores. É uma boa ideia estudar projetos que tenham atingido seus objetivos e tentar replicar o que eles acertaram.

De qualquer maneira sua proposta precisa incluir os seguintes tópicos:

    • O objetivo: O que você está tentando atingir e como vai atingir.
    • Sua necessidade financeira: Quanto dinheiro você precisa e mais importante como você irá usar esse dinheiro.
    • Sua história: Quem é você (e sua equipe, se houver)? O que te motivou a criar esse projeto? O que te qualifica para fazer esse projeto se tornar realidade?
    • Sua Linha do Tempo: O que você já fez para trazer esse projeto ao ponto que está? Qual o prazo em que pretende realizar o projeto?
    • Incentivos: Apresente os níveis de contribuição e as recompensas, explique quão importante para você é a participação das pessoas nesse projeto e lembre-se de agredecer a todos que se interessaram.

Dicas para fazer uma campanha

Use vídeo

Usar um vídeo, além do texto, para explicar esses pontos sempre ajuda em muito uma campanha de financiamento coletivo.

Um vídeo personaliza seu projeto como nenhum texto poderia. O poder de persuasão de uma pessoa falando diretamente com outra é muito maior.

Peça para amigos ajudarem pela plataforma

Você pode tomar algumas outras medidas antes do lançamento da campanha de crowdfunding. Por exemplo, peça a familiares e amigos que concordaram em contribuir um pouco para doarem o dinheiro pelo site, ao invés de te dar o dinheiro pessoalmente.

Assim você dá o impulso inicial das primeiras contribuições, o que estimula outras pessoas a contribuírem também.

crowdfunding para financiar o seu food truck

Planeje as redes sociais

Planeje as atualizações nas redes sociais com antecedência.

Evite que fique repetitivo apenas postando pedindo por contribuições, especialmente se for com muita frequência.

Faça posts também sobre pequenas vitórias ao longo do caminho. Comemore e agradeça sempre os que já contribuíram. 

Tenha outras estratégias na manga

Planeje alguns incentivos extras para serem acrescentados durante a campanha, especialmente durante a fase em que as contribuições diminuem um pouco.

Além disso, é sempre uma boa ideia pedir que pessoas que contribuíram, conhecidos ou até pessoas que gostaram do projeto e não tem como contribuir para compartilharem a campanha em suas redes sociais.

Seja seu próprio relações públicas e mencione sua campanha e projeto para jornais, revistas ou outros meios de comunicações que possam achar sua história interessante ou relevante para uma matéria mais abrangente que estejam fazendo.

Com todas essas informações esperamos que você se sinta mais preparado(a) para criar sua própria campanha de financiamento coletivo. Lembre-se de agradecer todos que te ajudaram e contribuiram durante e depois da campanha mesmo que você não consiga atingir seu objetivo.

Se conseguir levantar os fundos, o trabalho não acabou, pelo contrário está apenas começando! Se esforce para entregar suas recompensas rapidamente e mantenha seus fãs atualizados quanto ao andamento do projeto.